O Duplo da Terra, R$25


2016. Por Jana Lauxen. Romance Planetário/Ficção Científica. 160 páginas. R$25.

13 de setembro de 1989. Um avião com 194 pessoas a bordo desaparece nos céus de Florianópolis, logo após a decolagem. Sem pistas, sem destroços, sem explosão, ninguém sabe explicar o que aconteceu com o Boeing 757, que voava rumo a São Paulo.
13 de setembro de 2014. Vinte e cinco anos depois, no mesmo dia, no mesmo horário e no mesmo local do desaparecimento, o Boeing 757 reaparece voando nos céus de Florianópolis. A bordo, seus 194 passageiros, e uma nova e perturbadora civilização.
Este é o enredo do romance planetário O Duplo da Terra, terceiro livro da escritora gaúcha Jana Lauxen.
Através do ponto de vista de duas narradoras, Soraia e Dominique, O Duplo da Terra fala sobre o primeiro contato imediato de quinto grau indiscutivelmente comprovado da história da humanidade, apresentando ao leitor uma cultura e uma civilização extraterrestre intrigante e pacífica.
Ao contrário da maioria das obras que abordam contatos alienígenas, onde os ETs são hostis e mercenários, em O Duplo da Terra os alienígenas não são apenas mais evoluídos do que nós, moral e cientificamente, mas também são mais pacatos e racionais.
Ao final do livro, também há um Desafio Cultural, com quinze questões para serem realizadas em sala de aula, envolvendo criação de textos e desenhos, colagens, teatro e música.




Postagens mais visitadas